Quadrilha assalta apartamento da vereadora Myryam Athiê

A vereadora Myryam Athiê (PMDB-SP) e seu assessor, Márcio de Campos, foram assaltados e agredidos fisicamente, na noite desta quinta-feira, durante a invasão de uma quadrilha no prédio onde mora a parlamentar, no bairro do Tatuapé. Por volta das 20h, um homem com um pacote nos braços afirmou ao porteiro do edifício ter um presente para a vereadora pelo interfone. O funcionário foi até o portão e acabou rendido pelo assaltante, que estava armado. Com um rádio comunicador, o bandido acionou outros três companheiros. O grupo invadiu o condomínio. Três deles foram para a garagem, enquanto o outro mantinha o porteiro como refém. Minutos depois, a vereadora e o assessor chegaram ao prédio num Santana preto. Myryam foi rendida na porta do elevador e Campos quando estacionava o carro na garagem. Dois meninos que chegaram ao térreo também foram rendidos e todos entraram à força no elevador. A vereadora se jogou no chão e teve uma crise nervosa. Quando ela começou a gritar, foi pisoteada e chutada por um dos bandidos, que ainda tentou agarrá-la no pescoço. Campos levou um soco no rosto ao tentar proteger Myryam.Chegando ao 5º andar do prédio, um dos assaltantes manteve todos reféns no apartamento dos dois meninos, enquanto os comparsas reviravam a casa da vereadora. Depois de roubarem jóias e dinheiro, os três desceram e juntamente com o colega que mantinha o porteiro, fugiram em um veículo não identificado. Policiais do Grupo de Operações Especiais (GOE) da Polícia Civil, sob o comando do delegado Marcelo Jacobucci, juntamente com militares da 1ª Companhia do 8º Batalhão, fizeram diligências nas ruas do bairro, mas nenhum suspeito foi detido até agora. Apesar de não sofrer ferimentos graves, Myryam entrou em estado de choque e teve de ser sedada. O caso foi registrado no 52º Distrito Policial, do Parque São Jorge, pela delegada Júnia Cristina Macedo Veiga.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.