Quadrilha assalta banco e faz cinco reféns no MS

Uma quadrilha formada por quatro mulheres e oito homens está assustando a cidade de Dourados, a 220 quilômetros de Campo Grande. Eles assaltaram um banco e seqüestraram cinco pessoas, em ações que começaram sábado à noite e continuaram neste domingo. O sargento da Polícia Militar Fábio Gomes perseguiu o bando, foi baleado na cabeça e está internado em coma no hospital.O gerente de uma empresa de segurança foi rendido pelos criminosos quando entregava R$ 100 mil em dinheiro em uma agência bancária, por volta de 17h de sábado. Ele foi levado por onze pessoas. Em seguida o bando tomou duas motocicletas em que estavam dois casais, também seqüestrados. O gerente da empresa de segurança foi liberado pelos seqüestradores domingo pela manhã. Os dois casais continuam desaparecidos.A Polícia Militar foi acionada e por volta da 1h de hoje uma equipe de policiais encontrou parte da quadrilha na região da agência bancária assaltada e houve troca de tiros. Três dos onze assaltantes estavam de motocicletas, dispararam contra a viatura e acertaram um tiro na cabeça do sargento Gomes. No início da tarde de domingo 50 policiais cercaram a área onde estaria encurralado o trio de atiradores e prenderam os três.Dourados, na região sul de Mato Grosso do Sul, nunca registrou tamanha violência. Mais de 200 policiais procuram os outros assaltantes. Segundo o delegado do Grupo Armado de Repressão a Assaltos e Seqüestros (Garras), Ivan Barreira, a quadrilha pode ser de São Paulo, conforme informações que recebeu dos presos. Nomes dos envolvidos e acusados estão sendo mantidos em sigilo para não prejudicar as investigações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.