Quadrilha assalta chácara e é presa na fuga

Um bando formado por sete homens um deles adolescente e uma mulher, invadiu na noite de domingo, uma chácara, no bairro Nirvana, em Biritiba Mirim, região próxima a Mogi da Cruzes, interior de São Paulo. Oito pessoas, entre familiares do proprietário e funcionários foram dominadas e amarradas. Depois de roubar jóias, dinheiro, aparelhos eletro-eletrônicos roupas, relógios e celulares, a quadrilha fugiu nos dois veículos em que chegou e também num Palio roubado da chácara. Houve um cerco policial e todos foram presos entre a Rodovia Mogi-Bertioga e a Estrada Nagao.A chegada à chácara aconteceu por volta de 20h30, em um Audi roubado em área do 89º DP-Portal do Morumbi e num Palio pertencente a um dos integrantes do bando. Portavam duas pistolas de calibre 380, uma de 9 mm e dois revólveres de calibre 38. Os moradores da chácara foram obrigados e deitar de bruços e foram amarrados. Alguns foram agredidos com chutes, socos e coronhadas.O criminosos recolheram grande quantidade de jóias, dinheiro reais e dólares, um computador, aparelhos de TV, microondas, roupas, 15 relógios e 10 celulares. Na fuga, exigiram as chaves de um Palio pertencente à família. Quando os três veículos tomaram o rumo da área urbana de Biritiba Mirim, 10 guarnições policiais do 17º BPMI já estavam armando o cerco nas estradas da região.Interceptados, se entregaram, sem reagir. As armas todas apreendidas estavam carregadas. A quadrilha foi levada para o 1º DP de Mogi das Cruzes, onde os maiores foram autuados em flagrante. Ao chegar à delegacia as vítimas reconheceram um dos integrantes do bando, identificado como José Érico Idalino da Paz, funcionário da chácara, responsável pela venda de verduras.A polícia apurou que o bando todo, exceto Idalino, veio de Praia Grande e que foi o funcionário da chácara quem deu as dicas para o assalto. Como têm ocorrido vários delitos semelhantes na região, os policiais vão investigar para saber se eles não seriam os responsáveis por esses assaltos.

Agencia Estado,

06 de setembro de 2004 | 07h56

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.