Quadrilha assalta estações de trem e metrô de SP e é presa

Uma quadrilha composta por quatro homens armados assaltou as bilheterias das estações Artur Alvim, do Metrô, e Dom Bosco, da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), na zona Leste de São Paulo, e acabou presa após uma perseguição policial, esta manhã. Segundo policiais do 2º e do 29º batalhões da PM, por volta das 6h30, o bando invadiu a estação Artur Alvim, da Linha Vermelha do Metrô, e roubou uma quantia ainda não contabilizada de dinheiro e bilhetes. Na ação, os bandidos tomaram as armas de dois guardas civis e depois fugiram em uma moto e uma picape Corsa branca em direção a Itaquera, na zona Leste da capital. Em seguida, invadiram a estação Dom Bosco, da Linha E da CPTM (Brás-Estudantes), onde roubaram mais bilhetes e dinheiro e ainda tomaram a arma de um vigia da estação. Na fuga, o grupo foi interceptado por um carro da polícia. O motoqueiro perdeu o controle da direção e acabou caindo na Rua Antonio Gandini. Ele foi preso em flagrante e indicou para onde os comparsas estariam fugindo. A polícia fechou o cerco aos demais assaltantes que foram presos em flagrante. Todas as armas foram recuperadas, mas a polícia não soube informar se o dinheiro e os bilhetes também foram. Segundo a PM, as fitas de vídeo com imagens do assalto já foram recolhidas para auxiliar na identificação dos bandidos. O caso será registrado no 103º Distrito Policial.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.