Quadrilha assalta sede náutica do Botafogo

A sede náutica do Botafogo Futebol e Regatas,em Botafogo, na zona sul do Rio, foi assaltada na noite desta quarta-feira por cinco homens armados.Eles invadiram o bar e as quatro salas do clube e roubaram quatro computadores, quatro impressoras, três troféus do futebol de areia, um videocassete, duas televisões e umfrigobar. Os criminosos ainda amarraram Antônio Martiliano, de 65 anos, o único vigiaque estava no local.Eles fugiram em uma kombi, sem levar nada em dinheiro. O assalto durou quatro horas e começou às 23h30 de terça-feira, quando os homensrenderam o vigilante e arrombaram a sala da administração, no segundo andar. Depoisde roubar as chaves, seguiram para os outros departamentos.No clube, funciona a natação, a hidroginástica, o pólo aquático e o futebol de areia. Sem conseguir abrir os dois cofres - um na sala da administração outro na secretaria - os assaltantes picharam na parede e no cofre da secretaria: ?Não conseguimos a senha. Da próxima vez, levamos ocofre?.O vigia Antônio Martiliano ficou amarrado no vestiário masculino até as seis horas, quando um professor de natação chegou para trabalhar. Além de roubar comidas e bebidas do bar, os bandidos ainda ofereceram cerveja ao vigilante. "Elesdisseram: ?bebe aí, coroa, para espantar o sono, para melhorar a situação.?? SegundoMartiliano, os assaltantes também consumiram drogas.A delegada Beatriz Senra, que investiga o caso, não descarta motivação política naação dos criminosos. ?Não posso afirmar que tenha alguma coisa ligada à direção doclube, mas é uma sede do Botafogo, a diretoria mudou há pouco tempo, então, podemter motivos políticos.?Bebeto de Freitas, o novo presidente, assumiu há uma semana. O administrador do parque aquático, Wilson Gonçalves, disse que pretende enviar aFreitas uma proposta de reforço na segurança.?Teríamos que ter pelo menos quatro seguranças - dois de dia e dois de noite - alémdo vigia.?Ele informou também que ainda não há previsão de quando o material roubado será reposto. Gonçalves calculou o prejuízo em R$ 20 mil. Nesta quinta-feira, as atividades no clube ficaram suspensas apenas na parte da manhã. Nos fins de semana, oestacionamento do local funciona como palco para shows de reggae e forró.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.