Quadrilha de falsários é presa em SP

Policiais civis prenderam ontem uma quadrilha que aplicava golpes em flats na região dos Jardins, área nobre da capital paulista. Quatro pessoas foram presas e outras quatro continuam foragidas. Os estelionatários passavam-se por engenheiros, empresários e executivos de uma empresa de construção civil, com o nome de Abit-Projeto de Construção Ltda. A quadrilha dizia sempre que passaria alguns dias em São Paulo a negócios e, com documentos falsos, era feita a reserva em flats de luxo, por pelo menos 30 dias. Mas, com 10 dias transcorridos, os falsários abandonavam os apartamentos, sem nada pagar. O mesmo golpe foi aplicado em pelo menos quatro flats.Depois de 45 dias de investigações, policiais do 78º Distrito, dos Jardins, conseguiram prender metade do bando, que estava em um escritório, na Rua Marcelino Camargo, 189, na Vila Carolina, zona Norte da capital. Foram detidos: Arildo José Florença de Brito, 32; Carlos Alberto Fernandes Teixeira, 42; Paulo Otávio Abreu Mercadante, 22; e João Alberto Chabalgoity, 58. No local, a polícia apreedeu diversos documentos falsos, xerox de diversos documentos, fax, notebook, telefones celulares, carimbos e talões de cheque. Para o delegado Narciso Nascimento Silva, eles não lesavam apenas os flats, mas há suspeita de que a quadrilha dava golpes também em instituições financeiras, das quais conseguiam empréstimos e financiamentos. Além disso, o bando já teria dado golpes em outros Estados como Rio, Bahia e Minas Gerais. Os quatro detidos foram indiciados por formação de quadrilha, falsidade ideológica, estelionato e falsificação de documentos.

Agencia Estado,

07 de novembro de 2002 | 09h23

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.