AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Quadrilha é presa com mais de 300 mil CDs pirata

Sete asiáticos e um brasileiro foram presos, no final da noite de ontem, no município de São Bernardo do Campo, acusados de formação de quadrilha e crime contra a propriedade intelectual. Por volta das 23h30, Alexandre Mendes Bastos, 19, foi abordado por policiais militares do Tático Móvel do 6.º Batalhão, na Estrada do Alvarenga, próximo ao Jardim Laura. Dentro de um Logus, com placas de Santo André, ocupado por Alexandre, os policiais localizaram centenas de CDs piratas. O rapaz levou a polícia até uma residência da Rua Santa Cecília, n.º 77, no Jardim Laura, onde foram apreendidos outros 300 mil CDs pirata e 200 mil ainda virgens, 11 CPUs, máquinas de impressão, encartes e vários programas de computação gráfica.Dentro da casa estavam a chinesa Zhao Lihua, 38, o chinês Li Donghao, 39, o coreano Dong Whe Lee, 47, e uma coreana, ainda não identificada. Quando estavam sendo levados para a delegacia, a quadrilha asiática de falsificadores ofereceu R$ 15 mil aos policiais, em troca da liberdade.Os policiais fingiram aceitar o suborno e foram ao encontro de outros dois integrantes da quadrilha que pagariam o valor prometido. A dupla, cujos nomes ainda não foram revelados, também está presa no 3.º Distrito Policial de São Bernardo do Campo, onde serão indiciados, além de corrupção ativa, por crimes de falsificação e formação de quadrilha, pela delegada Tereza Alves de Mesquita Gurian.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.