Quadrilha especializada em revender carros roubados é presa em MG e Rio

Grupo tinha ramificações por todo o País; foram identificados cerca de 1,2 mil caminhões emplacados com uso de documentação fraudada

Marcelo Portela, O Estado de S. Paulo

14 Abril 2011 | 17h20

BELO HORIZONTE - Uma quadrilha especializada em roubar, adulterar e forjar documentos para revender veículos "legalizados" foi desbaratada nesta quinta-feira, 14, por meio de uma operação conjunta das polícias civis de Minas Gerais e Rio de Janeiro.

 

Segundo a polícia mineira, responsável pelas investigações, já foram identificados cerca de 1,2 mil caminhões circulando no País que foram emplacados com uso da documentação fraudada.

 

Durante a manhã, policiais dos dois Estados prenderam 21 acusados de integrar o bando e apreenderam 32 caminhões que estavam com documentação forjada. As apreensões e prisões foram feitas mediante mandados expedidos pela Justiça. A quadrilha, segundo a polícia, tem ramificações por todo o Brasil.

 

A apuração teve início em Abre Campo e Rio Casca, ambas na região da Zona da Mata mineira, na divisa com o Rio de Janeiro. Durante as investigações, os policiais constataram que o chefe da quadrilha é um empresário de Volta Redonda, no Rio, que tinha "fortes ligações" com Circunscrições Regionais de Trânsito (Ciretrans) dos Estados das regiões Centro-Oeste e Sudeste do País.

 

Os nomes dos envolvidos não foram divulgados, mas o Estado apurou que também estão sendo investigados o envolvimento de policiais e outros funcionários públicos na quadrilha. Os documentos frios e dados usados para forjar documentação falsa eram obtidos em leilões promovidos por órgãos públicos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.