Quadrilha que furtava cabos telefônicos é presa em SP

Policiais militares desmantelaram, por volta da 0h30 desta quarta-feira, 4, quadrilha especializada em furtos de cabos telefônicos instalados em galerias subterrâneas na cidade de São Paulo. Uma denúncia anônima levou a polícia a dois locais diferentes. Dez criminosos, que usavam uniformes de firmas terceirizadas, prestadoras de serviços da Telefônica, peruas Kombi com adesivos imantados, e mapas do cabeamento subterrâneo da região de Cerqueira César, próximo à Avenida Paulista, foram presos em flagrante. A primeira abordagem ocorreu na Rua Frei Caneca, onde foram detidos quatro criminosos. No local, foi apreendida uma perua Kombi, com o mesmo logotipo da empresa, na qual já havia emendas de chumbo retiradas dos cabos. O segundo flagrante ocorreu na Rua Bela Cintra, onde foram presos outros seis bandidos vestindo uniformes de outra empresa. Dentro da segunda Kombi apreendida, os policiais encontraram fios de cobre, cortados de 2 em 2 metros . "Eles furtam esses cabos, retiram o cobre e vendem o mais rápido possível a ferros-velhos que se sujeitam a comprar material de origem ilícita", disse o tenente Mário Celso Tonini. Para retirar e cortar os cabos, segundo o tenente, os criminosos usavam equipamento especial. O policial explicou ainda que as Kombis encontradas com a quadrilha não são roubadas nem furtadas, por isso ainda será averiguado se os veículos pertencem ou não às duas prestadoras de serviços. Os dez criminosos - não se sabe ainda se algum deles trabalha ou é ex-funcionário das empresas - foram encaminhados ao plantão do Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado (Deic), onde serão autuados por furto de cabos telefônicos e formação de quadrilha.

Agencia Estado,

04 Abril 2007 | 04h32

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.