Quadrilha rouba caixa-eletrônico em Santo André

Armados de pistolas, metralhadoras e fuzis AR-15, um grupo de pelo menos quinze bandidos, nenhum encapuzado, não teve dificuldade para invadir uma indústria de farinha de trigo na cidade de Santo André, região do ABC paulista, na Grande São Paulo, e dela levar um caixa-eletrônico inteiro do Banco Real. Segundo a polícia, ao que tudo indica, os bandidos sabiam que hoje era dia de pagamento no Moinho de Trigo Santo André, localizado na Avenida dos Estados, nº1.345, em Vila Terezinha, naquela cidade.Os assaltantes, que chegaram no local por volta da 0h15 desta madrugada em uma picape Ford Eco-Sport preta, um Golf prata e um Gol dourado, cujas placas não foram anotadas, fizeram os três vigilantes e o porteiro da empresa a carregar o caixa-eletrônico, de mais de quinhentos quilos, até uma picape Fiat Fiorino branca, do próprio Moinho. Segundo policiais militares da 1ª Companhia do 10º Batalhão, um dos bandidos sabia o nome do porteiro e, bem vestido, atraiu o funcionário para perto, sacou uma arma e fez com que ele abrisse o portão.Armados apenas com revólveres calibre 38, os três vigilantes nada puderam fazer e acabaram dominados também. "Eles estavam equipados com rádios-comunicadores na freqüência da Polícia Militar e sabiam a todo instante se alguma viatura nossa se aproximava", disse o cabo Marcos, da viatura 10102, a primeira a chegar no local do crime. Nenhuma das vítimas ficou ferida e ainda não se sabe a quantia em dinheiro que havia no caixa-eletrônico. O roubo foi registrado no 2º Distrito Policial, de Santo André.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.