Quadrilha rouba R$ 1,2 milhão em jóias em Guaraci (SP)

Uma quadrilha formada por quatro homens armados e encapuzados roubou aproximadamente três quilos de jóias avaliadas em cerca de R$ 1,2 milhão de uma residência em Guaraci, na região de Ribeirão Preto, ontem à noite. O bando rendeu o filho da dona das jóias e também revendedora, Oscarina Rodrigues Alves, e pegou o produto no guarda-roupa. Os ladrões teriam fugido numa Brasília e não deixaram pistas. Uma quadrilha foi presa pouco depois em Ibaté, também com quatro homens, e a suspeita inicial era de que seria a mesma, porém isso não se confirmou. Hoje de madrugada um frentista de Matão suspeitou de quatro homens, que estavam sujos e trocaram-se num Monza. Ele avisou a PM, que deteve o grupo numa barreira montada na rodovia Washington Luís, em Ibaté. Com essa quadrilha foram encontrados capuzes, armas, munições, aparelho de TV, 25 garrafas de uísque e materiais para arrombamento de residências. O grupo teria roubado duas fazendas de Barretos e a suspeita de que seria a mesma quadrilha que agiu em Guaraci deve-se às bijouterias e algumas jóias encontradas com eles. Oscarina Alves e um investigador de Guaraci foram até Ibaté, mas não reconheceram as jóias roubadas. Sandoval Pinto, Carlos Humberto Braga, Tiago Fernando Paia e Rodrigo Lourenço foram presos em flagrante por roubo, formação de quadrilha e porte de arma e estão presos na Cadeia de São Carlos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.