Quadrilha saqueia prédio da Justiça Eleitoral em Sorocaba

Uma quadrilha invadiu o fórum que abriga a Justiça Eleitoral de Sorocaba (SP) durante o fim de semana, arrombou as portas dos seis cartórios e levou pelo menos 27 computadores com os dados dos mais de 400 mil eleitores da Comarca. O prédio não tinha vigilância. O roubo foi constatado na manhã de hoje quando chegaram os funcionários. O atendimento ao público foi suspenso. Os ladrões podem ter usado uma chave falsa para entrar no imóvel, pois as portas de acesso não foram arrombadas. Já no interior, os autores do roubo usaram ferramentas para arrancar as fechaduras das portas dos cartórios e de armários. Além das duas zonas eleitorais do andar térreo, foram vasculhadas pela quadrilha as quatro situadas no pavimento superior. A porta do almoxarifado também foi arrombada. Segundo a Polícia Militar, os ladrões sabiam onde estavam os melhores equipamentos, pois não abriram as salas que continham objetos de menor valor. O depósito contendo as urnas eletrônicas também foi poupado. O juiz eleitoral José Elias Themer lamentou a falta de policiamento no local. Ele contou ter enviado nos últimos meses pelo menos cinco ofícios à Polícia Militar e à prefeitura pedindo que fosse dada segurança ao prédio, sobretudo em horários fora do expediente. A emissão de títulos de eleitores, uma das principais funções dos cartórios, depende de consulta on-line ao banco de dados do TRE. A suspensão do serviço deve durar até a reposição das máquinas e a recomposição dos arquivos. A polícia suspeita de integrantes de uma quadrilha especializada no roubo de computadores e equipamentos de informática.

Agencia Estado,

16 Junho 2003 | 17h29

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.