Quadrilha seqüestra família de gerente de banco em SP

Dois bandidos foram presos e outros quatro conseguiram fugir após a quadrilha, na noite de sexta-feira, seqüestrar o filho do gerente de um banco e manter também reféns, por duas horas, a mulher e outras duas filhas dele, na zona leste da capital paulista.A intenção dos criminosos era render toda da família do gerente de uma agência do Banco Real e, pela manhã, obrigar a vítima a ir com eles até o banco para retirar o dinheiro do cofre. O filho do gerente, um rapaz de 18 anos, foi rendido por dois bandidos e levado para um cativeiro no Itaim Paulista, horas antes dos demais seqüestradores invadirem a casa das vítimas, na Vila Carolina, região de São Miguel Paulista.O gerente não estava em casa, mas a esposa dele e duas filhas - uma criança e uma adolescente - foram rendidas. Uma policial militar que estava na porta do pronto-socorro Independência, que fica em frente à casa das vítimas, estranhou o fato de dois homens permanecerem parados na porta da casa. A soldado pediu reforço, mas os seqüestradores que estavam do lado de fora perceberam a aproximação dos policiais e fugiram. Armados com três pistolas, duas calibre 9 mm e outra calibre 380, os bandidos, identificados apenas como Edivaldo e José Augusto, exigiam a presença do advogado deles para se render e liberar as vítimas, pois a casa, naquele momento, por volta das 21h30, já estava cercada pela Polícia Militar. Uma hora depois, a dupla saiu da residência e, com a presença do advogado, se entregou aos policiais.Os criminosos que mantinham o filho do gerente refém liberaram o rapaz na Avenida Marechal Tito, no Itaim Paulista, e estão foragidos. O caso foi registrado no 63º Distrito Policial, de Vila Jacuí. As investigações ficarão sob a responsabilidade da Delegacia Anti-Seqüestro (DAS).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.