Quadro de Portinari é furtado de museu em Olinda

Obra está avaliado em aproximadamente R$ 1 milhão; MAC foi inaugurado em 1966

Angela Lacerda - O Estado de S. Paulo

15 de julho de 2010 | 16h08

 

 

RECIFE - Avaliado em aproximadamente R$ 1 milhão, o quadro 'Enterro', de Cândido Portinari, foi furtado ontem do Museu de Arte Contemporânea de Pernambuco (MAC), em Olinda. A obra fazia parte da Série Azul do artista, que é integrada por outras quatro telas, todas do acervo do museu.

A diretora do museu, Célia Labanca, prestou queixa à polícia e o caso está sendo investigado. O museu não possui circuito interno de televisão e sua segurança é feita por dois vigilantes.

As cinco telas estavam expostas em uma mesma parede do primeiro andar do MAC, que funciona em um prédio tombado pelo patrimônio histórico e foi inaugurado em 1966. A ausência do quadro só foi percebido no final do expediente - a visitação ocorre das 9 horas às 17 horas, de terça-feira a domingo.

 

Fachada do Museu de Arte Contemporânea (MAC), em Olinda, Pernambuco

Tudo o que sabemos sobre:
PortinarirouboOlindamuseu

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.