Quadro de saúde de mototaxista baleado na Maré continua estável

Fábio da Silva de Barros, de 28 anos, foi atingido no braço direito na noite desta segunda-feira

Thaise Constancio, O Estado de S. Paulo

08 de abril de 2014 | 13h06

RIO - O quadro de saúde do mototaxista Fábio da Silva de Barros, de 28 anos, atingido no braço direito na noite desta segunda-feira, 7, no Complexo da Maré, é estável. Ele foi submetido a uma cirurgia vascular no Hospital Municipal Souza Aguiar, no centro do Rio, e está internado no setor pós-cirúrgico. Barros poderá ser transferido para a enfermaria ainda nesta terça.

Depois que Barros foi baleado, um grupo de mototaxistas chegou a fechar três pistas da Avenida Brasil.

Tropas das Forças Armadas foram atacadas por criminosos em pelo menos quatro pontos no Complexo da Maré, na zona norte do Rio, entre a noite desta segunda-feira, 7, e a madrugada desta terça, 8.

Ocupantes de um Corolla preto efetuaram diversos disparos contra militares na Rua C4, na Vila dos Pinheiros, e também na Avenida do Canal 2, nas imediações da Avenida Brasil, na entrada do Conjunto Esperança.

Tudo o que sabemos sobre:
Maré

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.