Quarteto armado é preso após perseguição na zona sul

Quatro criminosos foram detidos no início da madrugada desta quarta-feira após uma intensa perseguição por duas avenidas da zona sul da capital paulista. Ocupando um Renault Scénic preto, de placas adulteradas, roubado há quatro dias em São Bernardo do Campo, o quarteto teria se negado a parar o carro após solicitação de policiais em uma blitz. O veículo era escoltado por uma moto de grande porte, na Avenida Interlagos - o que chamou a atenção dos policiais, que deram início à perseguição. O carro só foi parado minutos depois na Avenida Robert Kennedy, na região da Capela do Socorro. Dentro do carro, os policiais encontraram 2 revólveres calibre 38 e outras duas pistolas. Até o final da madrugada desta quarta-feira, apenas dois dos ocupantes do veículo roubado, ambos com passagens por roubo, tinham sido identificados. São eles: Edilson Valentim dos Santos, Alexandre de Oliveira Muniz, Marcos Leonardo dos Santos, foragido desde 24 de janeiro de Franco da Rocha; Reginaldo Cléber Alves que, segundo a Polícia Militar, seria comparsa de um bandido preso em Presidente Venceslau, no interior de São Paulo. O motoqueiro que supostamente fazia escolta aos ocupantes do veículo de passeio conseguiu escapar. Como a prisão ocorreu horas depois dos ataques a ônibus e a uma viatura da PM na zona sul da capital, os policiais militares resolveram encaminhar o quarteto para a sede do Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado (DEIC), na zona norte de São Paulo. Esta matéria foi alterada às 08h15 para acréscimo de informações

Agencia Estado,

07 Fevereiro 2007 | 05h26

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.