Quarto suspeito de espancar jovem que defendeu mendigo se entrega no Rio

Vítima foi agredida ao tentar impedir que grupo batesse em morador de rua na Ilha do Governador

Priscila Trindade, do estadão.com.br,

07 Fevereiro 2012 | 20h07

SÃO PAULO - O quarto suspeito de espancar o estudante de desenho industrial Vítor Suarez Cunha, 21, foi preso após se apresentar na tarde desta terça-feira, 7, à 37ª DP, na Ilha do Governador, na zona norte do Rio de Janeiro. Segundo a Polícia Civil, o quinto envolvido no crime está foragido.

A vítima foi agredida ao tentar impedir que um grupo de cinco jovens batesse em um morador de rua na Praça Jerusalém, no Jardim Guanabara, na Ilha do Governador, na madrugada de sexta-feira, 3. Cunha sofreu fraturas no rosto e está internado em uma clínica.

Um amigo de Vítor, que presenciou a agressão, prestou depoimento à polícia. Cunha passou por uma complexa cirurgia para reconstrução da face e deve deixar o Centro de Tratamento Intensivo (CTI) ainda nesta semana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.