Quase três toneladas de maconha são apreendidas em Salto

Guardas municipais de Salto, na região de Sorocaba, apreenderam 2.950 quilos de maconha hoje em uma chácara, na zona rural do município. A droga, prensada em tijolos de cinco quilos, estava escondida em um quarto da casa. Os guardas foram até o local depois de receber uma denúncia anônima, por telefone. O denunciante disse ter estranhado a movimentação no sítio, causada pela chegada de um caminhão carregado com caixas de madeira. A GM de Salto pediu apoio às guardas de Itu e Indaiatuba. Segundo a corporação, a Polícia Militar de Salto também foi avisada, mas não deslocou viaturas para o local suspeito, a chácara Pedregulho, na fazenda Pedra Branca, a 5 quilômetros do centro.A droga foi descoberta depois de uma busca nas dependências da chácara. O caseiro Antonio Bertazini Filho, de 52 anos, que estava no local, foi preso em flagrante. Ele disse desconhecer a origem da droga. Outro homem que estava na casa conseguiu fugir pelos fundos, mas abandonou uma moto com documentos. A GM identificou o suspeito como sendo Valnei Gomes dos Santos, de 29 anos. A moto foi apreendida. A maconha foi levada, em um caminhão com escolta, para o Instituto de Criminalística de Sorocaba. Essa foi a maior apreensão da droga, este ano, em Salto. A GM vai pedir à Polícia Civil a identificação e o indiciamento dos donos da chácara. O local havia sido usado anteriormente como depósito de cargas roubadas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.