Quatro cidades da Serra Gaúcha decretam emergência após tornado

Decreto foi feito nos municípios de Ibiaçá, Imigrante, Nonoai e Canela, que tem aproximadamente 2 mil pessoas afetadas

estadão.com.br

23 de julho de 2010 | 15h50

 

CURITIBA - Os municípios de Ibiaçá, Imigrante, Nonoai e Canela, localizados nas regiões central e norte e Serra Gaúcha, decretaram nesta sexta-feira, 23, situação de emergência devido aos prejuízos causados pelo tornado da noite de quarta-feira, 21. A informação é do subchefe da Defesa Civil do Rio Grande do Sul, major Aurivan Chiocheta.

 

Segundo Chiocheta, os integrantes do Comitê de Gerenciamento da Crise que estavam em Canela, município mais atingido, começaram a avaliar hoje os prejuízos ocorridos e a atender aos desabrigados nos outros municípios.

 

Em Ibiaçá o deslocamento violento de massa de ar, juntamente com grande precipitação pluviométrica, atingiu as áreas rural e urbana do município. Foram 78 pessoas afetadas e 22 residências danificadas.

 

Em Imigrante, 100 residências ficaram danificadas, 20 foram destruídas e houve problemas nos sistemas de energia e de transportes. No município de Nonoai, a Defesa Civil informou que foram destruídas pontes e bueiros e que 230 pessoas foram afetadas, 25 residências danificadas. Nonoai também registrou problemas nos sistemas de energia e de transportes.

 

Em Canela, aproximadamente 2 mil pessoas foram afetadas, 180 estão desalojadas, 11 desabrigadas e 11 ficaram levemente feridos. Quatrocentas e sete residências foram danificadas e 81 destruídas.

 

(Com Agência Brasil)

Tudo o que sabemos sobre:
Rio Grande do Sultornadoemergência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.