Quatro criminosos mortos após assalto a terminal rodoviário

Um tiroteio, na Marginal de Pinheiros, sob a ponte da Cidade Universitária, na zona oeste da capital paulista, entre policiais da 3ª Cia do 14º BPMM e ladrões, que haviam assaltado o Terminal Rodoviário de Osasco, resultou na morte de quatro dos cinco assaltantes. Um deles está internado no Hospital das Clínicas e o sargento PM Franklin Pereira foi baleado na mão direita e poderá ter dois dedos amputados.O assalto ao terminal, localizado na Rua Erasmo Braga, 1.500, aconteceu por volta de 2 horas da madrugada desta segunda-feira. Os criminosos roubaram uma perua Kombi, na qual foram colocados cofres contendo a féria de linhas de coletivos daquele município da Região Metropolitana de São Paulo. Uma policial feminina viu o crime e acionou o Copom. Imediatamente surgiram guarnições militares e iniciou-se a perseguição. Na curva sob a ponte da Cidade Universitária, o veículo onde estavam os assaltantes desgovernou-se e bateu no muro de proteção da ponte.Troca de tirosApós o acidente, aconteceu a troca de tiros e os cinco bandidos que estavam na Kombi foram baleados. Tanto eles quanto o policial ferido na mão foram socorridos no Hospital Universitário. Morreram William Miguel dos Santos e Ronaldo Carvalho, ambos de 24 anos, Carlos Alexandre Carvalho, de 33 anos, e outro assaltante ainda não identificado. Também não foi confirmada a identificação do ladrão que, posteriormente transferido para o Hospital das Clínicas, onde se encontra internado em estado grave. Segundo as primeiras informações, os criminoso teriam roubado também um Gol, no qual parte da quadrilha conseguiu fugir. A polícia não informa se havia cofres com dinheiro nesse veículo também, nem o montante do roubo e nem sobre o que foi recuperado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.