Quatro hackers são presos em flagrante no Pará

Quatro pessoas foram presas hoje pela Polícia Civil do Pará em Parauapebas, no sul do Estado, acusadas de desviar dinheiro de várias contas bancárias pela Internet. Um dos integrantes da quadrilha, Alisson Fabrício de Farias, foi preso durante a operação policial quando deixava uma agência bancária. Ele tinha cartões eletrônicos e documentos que foram apreendidos.Farias inicialmente negou fazer parte de uma quadrilha que age em Parauapebas há mais de dois anos, mas depois acabou confessando sua participação no esquema. Na casa dele foi apreendido um computador e um programa utilizado para invadir páginas de agências bancárias na Internet. Os outros três presos também prestaram depoimento, mas evitaram fornecer detalhes sobre a atuação da quadrilha.Conhecida como "paraíso de hackers" no País, a cidade de Parauapebas abriga jovens com idades entre 18 e 23 anos que os policiais civis e federais consideram verdadeiros gênios na prática de crimes virtuais. Esses jovens fariam parte não apenas de uma e sim de várias quadrilhas que atuam na região.Segundo a PF, os valores sacados de contas bancárias por essas quadrilhas seriam superiores a R$ 100 milhões. O esquema movimentaria vários grupos em todo o País, mas os principais cérebros estariam em Parauapebas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.