Quatro morrem em queda de avião em Goiás

Um sobrevivente continuam internados em estado grave na manhã deste sábado; outro já teve alta

Solange Spigliatti, do estadao.com.br, com informações de O Estado de S. Paulo,

29 Novembro 2008 | 12h46

Um avião caiu na noite da sexta-feira, 28, em Anápolis, em Goiás, e deixou quatro mortos. Duas pessoas que estavam na aeronave sobrevieram e foram levadas a um hospital. Na manhã deste sábado, uma das vítimas teve alta e outra seguia internada em estado grave. O avião bimotor Bairon B-52, fabricado pela Beechcraft, teria caído por uma falha humana, segundo testemunhas. Durante a trajetória da decolagem, o avião perdeu velocidade, precipitou de barriga sobre a pista, e com o impacto explodiu no Aeroporto JK.   Além do piloto José Maria Cajanco, morreram Odilon Souza, funcionário de uma empresa de manutenção de aeronaves, Fabrício Tavares e Carlos Alberto Pires Gonçalves, filho e cunhado do superintendente do Porto Seco de Anápolis, o maior da região centro-oeste.   Os sobreviventes são o empresário Luis Henrique das Neves e Rogério Pereira Rosa. Neves foi transferido por volta das 11 horas do Hospital Evangélico. Ele teve queimaduras em 28% do corpo, além de ter uma perna quebrada. Segundo a médica Lilian Rodrigues da Cunha, diretora clínica do hospital, ele está na UTI e seu estado de saúde é grave, mas está estabilizado.   O outro ferido, Rogério Pereira Rosa, internado no Hospital de Urgência de Anápolis, com fratura na coluna, já recebeu alta da médica neurocirurgiã, segundo informações do hospital.   Texto alterado às 13h12 para acréscimo de informações.

Mais conteúdo sobre:
GoiásAnápolisqueda de avião

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.