Quatro pessoas ficam feridas em tiroteio na Tijuca

Quatro pessoas ficaram feridas num tiroteio entre um policial militar e assaltantes, próximo à Praça Xavier de Brito, na Tijuca, zona norte do Rio de Janeiro. A praça, conhecida como Praça dos Cavalinhos por causa dos animais alugados para passeios, estava cheia de crianças no momento do confronto. Um dos tratadores foi atingido no ombro direito. Na fuga, os assaltantes levaram o carro do publicitário Luiz Maggessi, primo da inspetora Marina Maggessi, eleita deputada federal pelo PPS.Dois homens armados tentaram roubar uma moto, parada no sinal do cruzamento da rua Uruguai com a Avenida Maracanã. Francisco Guimarães Neves, de 25 anos, já se preparava para entregar o veículo, quando o sargento reformado Arnaldo Augustino da Silva, de 50 anos, que estava num carro atrás, reagiu. Houve troca de tiros. O piloto foi baleado na nuca e o PM numa das pernas . O assaltante também ficou ferido, mas conseguiu fugir.Na Praça Xavier de Brito, o tratador Bruno Quintanilha, de 28 anos, foi atingido no ombro. Pais e crianças entraram em pânico e se jogaram no chão para se proteger dos tiros. Os assaltantes correram cerca de 300 metros e roubaram o Palio de Luiz Magessi, que estava parado num sinal de trânsito da Rua Conde Bonfim. "Estava parado quando um cara armado me rendeu. Eu desci. E logo depois passou outro homem, correndo por mim, ferido. O chão ficou com marcas de sangue. Acredito que o carro tenha parado mais à frente para pegar esse outro assaltante", contou Maggessi, que acionou o sistema de segurança do carro, que faz soar o alarme e corta a rede elétrica do veículo.O estado de saúde das vítimas não havia sido divulgado até 13h30. O Pálio também não havia sido localizado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.