Quatro presos são mortos no Paraná

Quatro presos foram mortos nesta segunda-feira na Penitenciária Central do Estado do Paraná (PCE), em Piraquara, na região metropolitana de Curitiba. Os homicídios estão sendo apurados pela Delegacia de Piraquara. Este ano, nove pessoas já foram mortas em acertos de contas dentro da PCE. A primeira morte aconteceu às 10 horas, quando o preso Márcio Machado Pereira, de 21 anos, matou Cláudio Santos Tavera, de 23.Pereira contou à polícia que teria proposto a Tavera assumir a culpa pela morte de uma terceira pessoa, que ele mataria. Houve discussão e Tavera tentou matá-lo com um estoque. Pereira alegou legítima defesa. Por volta das 12h30, dois presos, que estavam na cela 14, começaram uma discussão sobre uma dívida. Outros três tentaram separá-los, e a confusão acabou com três mortos: Orlando de Oliveira, de 29 anos, Avalcir Ribas, 29, e Silvio Torres da Silva, 27.Depois de morto, o corpo de Silva foi envolto em um cobertor e queimado. Os presos José Pereira da Silva, de 28 anos e Edson Amadeu Ferreira de Lima, de 42, confessaram a culpa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.