Quatro são mortos no sexta chacina do ano em Campinas

Quatro homens foram mortos no bairro Centenário, em Campinas, no final da noite de domingo, na sexta chacina registrada este ano na cidade. Adriano Santos da Silva, José Divino de Freitas, Edílson Nunes e Claudeir de Lima Ribeiro foram baleados e encontrados pela polícia em um matagal próximo ao bairro. Nos quatro primeiros meses deste ano já são 224 pessoas assassinadas em Campinas, sendo que 24 foram vitimadas em chacinas. Em todo o ano passado a polícia registrou 609 homicídios.O corpo de Adriano Santos da Silva foi o primeiro a ser encontrado pelos policiais, por volta das 23h30. Ele foi levado ao hospital municipal Mário Gatti e morreu na madrugada de hoje. Algumas horas depois de localizar Silva, em nova busca, a polícia encontrou mais três corpos no matagal, atingidos por tiros na nuca. Segundo o delegado de Homicídios de Campinas, Roveraldo Battaglini, ainda não há pistas dos autores dos assassinatos nem o motivo dos assassinatos. Ele informou que Silva era procurado pela polícia de Jundiaí e os outros três não tinham passagem policial.As duas primeiras chacinas deste ano ocorreram nos dias 9 e no dia 21 de janeiro, quando foram encontrados, respectivamente, três homens dentro de um automóvel, na rodovia Dom Pedro I, e quatro no Jardim Columbia. No dia 20 de fevereiro, quatro adolescentes foram assassinados no Jardim Vitória e em 30 de março, uma festa no Campo Belo terminou com cinco mortos. Outras quatro pessoas foram assassinada no dia 6 deste mês, no Jardim do Lago.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.