Quatro são presos com várias máquinas caça-níqueis no Rio

Ação teve o apoio de agentes da Corregedoria Interna da Polícia Civil (Coinpol)

estadão.com.br,

27 de dezembro de 2011 | 11h21

SÃO PAULO - Quatro pessoas foram presas e diversas máquinas caça-níqueis foram apreendidas durante operação realizada na segunda-feira, 26, por policiais da Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Propriedade Imaterial (DRCPIM), em três endereços na zona sul do Rio.

A partir de denúncias, os agentes foram até Copacabana, onde apreenderam diversas máquinas e prenderam duas pessoas. A ação teve o apoio de agentes da Corregedoria Interna da Polícia Civil (Coinpol). No Leblon, encontraram 18 máquinas, sem noteiros, além de dois aparelhos avulsos de inserir créditos. O material foi apreendido e encaminhado à especializada.

Em outra incursão, também em Copacabana, para apurar a última denúncia de local de máquinas caça-níqueis, foram apreendidas 12 máquinas e presos em flagrante dois responsáveis pelo local, Nourival Coelho da Silva, 58 anos, e Priscila Batista de Oliveira, 22 anos. Os oito apostadores detidos foram identificados e liberados após assinarem termo se comprometendo a comparecer em juízo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.