Quatro vítimas de acidente de ônibus no Rio continuam internadas no CTI

Veículo capotou na Rio-Santos na manhã de segunda-feira, 15; cinco pessoas morreram

Thaise Constancio, O Estado de S. Paulo

15 de abril de 2014 | 11h32

RIO - Quatro pessoas que estavam no ônibus que capotou na Rodovia Rio-Santos (BR-101), na manhã dessa segunda-feira, 14, estão internados no Centro de Tratamento Intensivo (CTI) do Hospital Pasteur, no Méier, zona norte do Rio. O acidente aconteceu na altura do quilômetro 395, no bairro de Santa Cruz, zona oeste do Rio de Janeiro, próximo à divisa com o município de Itaguaí.

Luiz Carlos Oliveira da Silva, de 35 anos, sofreu fratura de pelve. Ele foi operado no quadril no Hospital Municipal São Francisco Xavier, em Itaguaí, e depois passou por uma cirurgia de bexiga, no Pasteur. Ele está lúcido, respira espontaneamente e não tem previsão de alta do CTI, apesar de seu estado de saúde permanecer estável.

Jayme Gonçalves da Costa, de 53, também foi atendido no São Francisco Xavier e transferido para o Pasteur. Ele sofreu uma fratura da coluna cervical e contusão pulmonar e será submetido a uma neurocirurgia na tarde desta terça-feira, 15. Costa também permanece em estado estável, lúcido, respira sem ajuda de aparelhos, mas não há previsão de alta do CTI.

Com uma fratura na clavícula esquerda, Geraldo Antonio de Oliveira, de 46, não precisará ser submetido a nenhuma cirurgia. Anísio do Valle Ornellas, de 58, sofreu apenas escoriações e permanece no CTI.

Tudo o que sabemos sobre:
Rio-Santosacidente

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.