Quatro vítimas de massacre em Realengo recebem alta no Rio

Permanecem internados outros seis pacientes, entre eles cinco meninos e uma menina, dois em estado grave

Solange Spigliatti, Central de Notícias

11 Abril 2011 | 17h07

SÃO PAULO - Quatro adolescentes que ficaram feridos no massacre na Escola municipal Tasso da Silveira, em Realengo, na zona norte do Rio, na última quinta-feira, 7, receberam alta nesta segunda-feira, 11, segundo a Secretaria de Estado da Saúde.

 

De acordo com a Sesdec, tiveram alta hoje Y.B.O.P.N., de 13 anos, e B.R.T., de 13 anos, que estavam internados no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia; A.M.F.S., de 14 anos, que estava no Hospital da Polícia Militar; e C.M.V.S., de 13, que estava internado no Hospital Estadual Albert Schweitzer.

 

Permanecem internados outros seis pacientes, entre eles cinco meninos e uma menina, dois em estado grave. São eles: J.O.S., de 14 anos, que passa bem, está lúcido e orientado, no CTI pediátrico do Hospital Estadual Alberto Torres.

 

L.V.S.F., de 13 anos, permanece em estado grave, sedado, respirando com ajuda de aparelhos no pós-operatório da neurocirurgia, e T.T.M., também com 13 anos, está estável, ambos no CTI pediátrico do Hospital Estadual Adão Pereira Nunes.

 

E.C.A.A., de 14, ainda está em estado grave e D.D.V., de 12, evoluindo bem, mais ainda sem previsão de alta, ambos no CTI do Hospital Estadual Albert Schweitzer, e L.G.C., de 13, que está estável, consciente e evoluindo bem, em leito de enfermaria do Hospital Universitário Pedro Ernesto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.