Bombeiros de Passos/Divulgação
Bombeiros de Passos/Divulgação

Queda de avião revela esquema de narcotráfico em Minas

Polícia não encontrou vítimas no local do acidente, mas havia dois quilos de pasta base de cocaína

Marcelo Portela, O Estado de S. Paulo

11 Julho 2011 | 14h54

BELO HORIZONTE - Um incêndio em uma aeronave ocorrido após um pouso forçado revelou um esquema de tráfico de drogas em Passos, no sul de Minas Gerais. Não foram localizadas vítimas no local, mas a polícia encontrou cerca de dois quilos de pasta-base de cocaína e acredita que a aeronave estaria transportando uma quantidade maior de drogas. O acidente ocorreu na tarde de domingo, 10.

Segundo o Corpo de Bombeiros, a Polícia Militar foi acionada por um morador, que relatou ter visto o avião, um monomotor com capacidade para seis pessoas, voando muito baixo na zona rural da cidade. Após o pouso forçado em um canavial, a aeronave pegou fogo. Os bombeiros conseguiram controlar as chamas, mas a parte da cabine foi totalmente destruída e restaram apenas as asas e a cauda do avião.

Ainda segundo os bombeiros, não foram encontrados restos mortais em meio aos destroços. Uma testemunha relatou à polícia que, após o acidente, uma caminhonete preta passou em alta velocidade pelo local e teria recolhido duas pessoas.

Além da cocaína, foram encontrados próximo ao local um par de óculos e um celular com todos os textos em espanhol. A PM fez rastreamento na região, mas, até o início desta tarde, nenhum suspeito havia sido localizado. Os bombeiros não souberam informar se o incêndio foi causado pelo pouso forçado ou se os próprios traficantes atearam fogo à aeronave para tentar destruir a cocaína que não conseguiram levar.

Mais conteúdo sobre:
avião queda tráfico drogas MG

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.