Queda de barreira interrompe circulação de trens da CTPM

A chuva que atinge o Estado de São Paulo desde a madrugada desta quarta-feira, 29, causou queda de barreira e estragos nos trilhos entre as estações de Francisco Morato e Jundiaí da Linha A (Luz-Francisco Morato) da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).Além de queda de barreira, a água da chuva levou parte das britas que sustentam os dormentes em vários pontos, provocando a interdição das duas vias, segundo a CPTM. A empresa disponibilizou 12 ônibus para atender os passageiros que viajam pelo trecho afetado. Técnicos da empresa estão no local, mas ainda há previsão de normalização da circulação.ChuvaA chuva diminuiu bastante e o Centro de Gerenciamento de Emergências da Prefeitura (CGE) suspendeu o estado de atenção em toda a capital paulista, às 15 horas. De acordo com o CGE, até o fim do dia pode voltar a chover fraco na cidade.O temporal provocou 38 pontos de alagamentos na cidade, sendo que, nesta tarde, 17 deles continuam ativos. No centro da cidade, uma das faixas do emboque do Vale do Anhangabaú, foi interditada às 12h45, aumentando a lentidão na região.A chuva diminuiu também na cidade de São Caetano do Sul, no Grande ABC, fazendo com que o Ribeirão dos Couros e o Córrego dos Meninos voltassem aos seus níveis normais. O município ficou ilhado nesta manhã por causa do transbordamento do ribeirão e do córrego.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.