Queda de bimotor mata três em Paraty

Destroços do avião, que decolou no domingo com destino a SP, foram localizados nessa segunda pela FAB perto do Morro do Corisco

Adriano Barcelos e Fábio Grellet, O Estado de S. Paulo

11 de novembro de 2013 | 14h23

Atualizado às 19h07.

RIO - A Força Aérea Brasileira (FAB) localizou destroços do avião bimotor do modelo Seneca PA-34 que estava desaparecido desde domingo, 10. A aeronave caiu perto do Morro do Corisco, em Paraty, região sul do Estado do Rio, e foi localizada às 12h30 desta segunda-feira, 11. Segundo a FAB, os três ocupantes morreram: Eduardo Uliano, sócio-fundador do Grupo Day Brasil, seu filho Gabriel Uliano e o piloto Alvarindo Locatelli. O bimotor havia decolado às 12h15 de domingo em Paraty e tinha como destino o Campo de Marte, em São Paulo.

O avião tem capacidade para até seis pessoas, mas levava três, conforme informações da FAB. As buscas tiveram início ainda no domingo, envolvendo três helicópteros da Força Aérea, do Exército e do Grupamento Aéreo da Polícia Militar de São Paulo.

Na manhã desta segunda-feira, porém, o bimotor foi encontrado durante sobrevoo realizado por um avião SC-105 Amazonas da Base Aérea de Campo Grande (MS). A aeronave decolara em Pirassununga (SP) para se engajar à tarefa de encontrar o Seneca desaparecido.

O Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes, da Aeronáutica, investigará os fatores que contribuíram para o acidente.

Tudo o que sabemos sobre:
FABaviãoacidentemonomotor

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.