Queda de energia paralisa linhas do metrô no Rio por cerca de 1h

'Oscilação no fornecimento' parou trens às 15h10, diz concessionária; causas são investigadas

Tiago Rogero e Clarissa Thomé, estadão.com.br

21 de junho de 2011 | 16h25

RIO - A concessionária que administra o metrô do Rio informou que a circulação de trens nas Linhas 1 e 2 foi normalizada e as estações reabertas, depois de mais de uma hora fechadas. Segundo a MetrôRio, o problema que provocou a queda de energia às 15h10 foi causado por uma "oscilação no fornecimento que está sendo investigada".

 

Segundo nota divulgada pela empresa, "os procedimentos de emergência foram rapidamente adotados e os agentes de segurança conduziram os passageiros de trens que estavam em túneis no desembarque pelos trilhos com segurança". Ainda de acordo com a concessionária, os passageiros foram ressarcidos e a empresa está prestando apoio e atendimento a todos os clientes.

 

Pouco antes do anúncio de que o serviço havia sido normalizado, o consórcio de empresas Rio Ônibus informou que, em virtude da paralisação do metrô, a frota de ônibus seria adequada para atender o aumento da demanda de passageiros. "As linhas de ônibus que passam próximo a estações do metrô terão suas frotas reforçadas com veículos da reserva técnica", informou.

 

A Agência Reguladora de Transportes (Agetransp) do Rio informou que instaurou processo para apurar o motivo da falta de energia. "Técnicos da Agência estão verificando a causa da ocorrência junto à concessionária".

 

A Light disse que não houve problemas no fornecimento de energia elétrica da empresa para o metrô.

 

Notícia atualizada às 17h10.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.