Queda de Fokker marcou família

A vida do empresário Roger Ian Wright, morto ontem na queda do King Air 350 em Trancoso, na Bahia, já havia sido marcada por outro acidente aéreo - em 1996, ele perdeu a esposa, Barbara Cecilia Luchsinger Wright, no acidente com o Fokker-100 da TAM, em São Paulo.Conhecido no mercado financeiro como exímio investidor em empresas com dificuldades financeiras, Wright atualmente fazia parte da diretoria da Arsenal Investimentos, empresa de assessoria financeira com sede em São Paulo, da qual era sócio-fundador. Antes, Wright atuou na construção do Banco Garantia, um dos principais bancos de investimentos do País nas décadas de 1980 e 1990 e fez parte do conselho de administração do Credit Suisse First Boston. Foi conselheiro de Administração da TAM até abril de 2008.O investidor atuava no campo artístico e musical - em 2001, fundou o selo Regata Música e foi dono da Latinarte.com, portal de venda de obras de arte. Ele também competia em vela.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.