Queda de muro mata menina de 7 anos

Uma menina morreu e quatro ficaramferidas na queda de um muro no Edifício Tijucas, na Rua Cardosode Almeida, Perdizes, zona oeste de São Paulo. Kimberly ZaballaBustios, de 7 anos, moradora do prédio, tinha convidado Julianade Deus Vieira Borges, Marcela Cardoni de Mattos, GeovanaCarreli e Vanessa Gomes da Silva, todas de 6 anos, para brincar.Elas pulavam amarelinha no playground, às 14h30, quando o muroque divide o prédio do Colégio São Domingos veio abaixo,soterrando as crianças entre pedaços de concreto, tijolos eargamassa usados na construção de uma laje, como parte das obrasde ampliação da escola. Socorridas pelo Corpo de Bombeiros, as meninas foramlevadas para o Hospital das Clínicas, onde Kimberly já chegoumorta. Com lesões no figado, abdome, mãos e traumatismo craniano Juliana foi operada e permanece em estado grave. As outras trêsvítimas estavam fora de perigo. De acordo com o delegado Marcel Druziani, da SeccionalOeste, a queda do muro foi causada pela negligência daConstrutora Ribeiro Caram, responsável pela obra no colégio."Engenheiros usaram o muro do prédio para escorar a laje e aestrutura não resistiu ao peso da argamassa", explicou. Osengenheiros José Luiz Fernandes Perez e André Dellias e o mestrede obras João Batista Maciel serão indiciados por homícidioculposo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.