Polícia Rodoviária Federal/Divulgação
Polícia Rodoviária Federal/Divulgação

Queda de ônibus em barranco deixa 7 mortos e 35 feridos no Paraná

Veículo da Expresso Maringá caiu em ribanceira de 10 metros de altura no km 207 da BR-158, em Campo Mourão; nenhum ocupante saiu ileso

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

03 Janeiro 2017 | 09h57

SOROCABA - Com base em informações do Instituto Médico Legal (IML) de Campos Mourão, a Expresso Maringá confirmou sete passageiros mortos - e não oito como havia divulgado inicialmente - no acidente com um ônibus da empresa, na madrugada desta terça-feira, 3, entre Campos Mourão e Maringá, no oeste paranaense. 

A lista das vítimas, segundo a empresa, inclui três pessoas da mesma família: João Alves Martins, sua esposa Lucilene Vieira e a filha de três anos do casal, Julia Vieira. 

Os outros passageiros mortos são Olesia Antiquera Basseto, Idalina Joanna Vianna Guzoni, Alecssandro Ramos Martins e Onésio Ribeiro Filho. Outras quatro pessoas, entre elas o motorista do ônibus, estão internadas na Santa Casa de Campos Mourão, em estado grave. A Expresso Maringá informou que está prestando todo apoio às pessoas internadas e às famílias das vítimas, inclusive para o funeral.

O ônibus, que seguia de Foz do Iguaçu para Maringá com 42 pessoas - o motorista e 41 passageiros - caiu de um barranco de dez metros. Nenhum passageiro saiu ileso do acidente, mas muitos foram atendidos com ferimentos leves e liberados. Inicialmente, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) chegou a falar em dez mortes, mas depois também revisou o número. As causas do acidente estão sendo apuradas pela Polícia Civil de Campos Mourão.

Mais conteúdo sobre:
Campo Mourão Paraná Samu

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.