Quem tem medo de dona Lu?

Tutty Vasques escreve todos os dias no portal Estadao.com.br, de terça a sábado neste caderno e aos domingos no caderno Aliás

Tutty Vasques, O Estadao de S.Paulo

30 Agosto 2008 | 00h00

Bobagem do Gilberto Kassab tentar improvisar a irmã na posição que Lu Alckmin atua na candidatura tucana. Se primeira-dama decidisse eleição, Marta Suplicy não teria a menor chance. Dona Sylvia também não pode ser desculpa para não votar no Maluf. Uma coisa é certa: candidata a primeira-dama não tira nem transfere votos para o cônjuge. Ou Ciro Gomes não teria perdido eleição para o Lula muito antes de Patrícia Pillar virar vilã do horário nobre. Se dona Lu fosse candidata a prefeita, seu marido também não ajudaria - nem teria como atrapalhar - sua campanha, mas, aí sim, faria sentido a preocupação de Gilberto Kassab com a coisa mais fofa da propaganda eleitoral na TV em São Paulo. CORONELZINHO DE SAIA Comentário de um sujeitinho ordinário sobre a declaração de Marta Suplicy avisando que não é mulher de apanhar quieta: "São as melhores!" Ô, raça! VISIONÁRIO "I have a dream!" Roberto Medina, sobre o projeto de trazer o Rock in Rio para São Paulo TEACHER A notícia de que ainda não está certa a transferência de Robinho para o Chelsea deixou Felipão arrasado. O craque brasileiro está escalado para ser seu primeiro aluno de inglês. Me engana que eu gosto O príncipe Harry quer ser mandado de volta ao Afeganistão. Diz que está com saudades da guerra contra os talebãs. Isso quer dizer o seguinte: aí tem! Pós-Portelinha A Forbes elegeu a chanceler alemã Ângela Merkel a mulher mais poderosa do mundo. Os editores da revista decerto não conhecem Marília Gabriela, que ultimamente manda até no Antônio Fagundes. Só se fala disso em Portugal e nas ex-colônias lusitanas na África. Sem preconceitos Silvio Santos decidiu cancelar a volta do Ratinho ao SBT para investir no programa de Claudete Troiano. Pesou na decisão a necessidade de mostrar a Adriane Galisteu e a Hebe Camargo que ele não tem nada contra as louras. Emergência máxima O Congresso do Paraguai está há mais de um mês sem legislar. Ou seja, a liderança brasileira já se impõe pelo exemplo no Mercosul. Igual não há Lula espera que o sucessor de Gilberto Gil na Cultura tenha a mesma agilidade do ex-ministro. Cá pra nós, depois da morte de Dorival Caymmi, vai ser difícil encontrar outro igual. Talvez só o João Gilberto mesmo. Duas medidas O clima é de revolta na Festa de Barretos. O peão boiadeiro que melhor pilotar um boi brabo vai ganhar uma caminhonete cabine dupla no valor de R$ 160 mil. A Stock Car pagará US$ 1 milhão a quem vencer amanhã o GP do Rio. Não é justo!

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.