Quércia quer reunir forças do PMDB para vencer eleição

O candidato do PMDB ao governo do Estado, Orestes Quércia disse neste sábado, em Bauru, que a queda do tucano José Serra e a estagnação do petista Aloisio Mercadante o coloca em boas condições na disputa pelo Palácio do Bandeirantes. O candidato pretende reunir as forças do partido que nos últimos tempos se dispersaram para com isso "mudar a história das eleições" de São Paulo. Quércia disse ainda que sua força será explicitada depois do início da propaganda no rádio e na TV. Antes disso está percorrendo o Estado para se reunir com velhos companheiros e militantes peemedebistas.Quércia chegou a Bauru pouco depois das 10 horas e participou de uma carreata preparada pelo PMDB local que percorreu o trajeto do aeroporto até o Obeid Plaza Hotel, na avenida Nações Unidas, onde participou de reunião com militantes. Disse que no seu governo investirá na reorganização do sistema penitenciário e jamais permitirá que facções criminosas, como o PCC dominem as prisões. "Os diretores dos presídios não serão mais indicados por razões políticas mas através do currículo de trabalho que levará em conta, antes de tudo, a competência", disse.Terminado os contatos em Bauru, o candidato seguiu para Pederneiras e Lençóis Paulista onde, segundo disse, também vai ao encontro daqueles com quem governou o Estado e militou nos anos 70, 80 e 90. "Vamos recuperar o prestígio desse grande partido e recolocar São Paulo na rota da ordem e do desenvolvimento" disse Quércia ao terminar o encontro no Obeid Plaza.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.