Quermesse em Barretos termina com um morto

Um homem de 34 anos morreu e um policial militar ficou ferido, após um tumulto ocorrido na madrugada de hoje, numa quermesse no salão do Centro Comunitário do bairro São Francisco, em Barretos, na região de Ribeirão Preto (SP). Segundo informações da Polícia Civil, na tentativa de terminar com uma discussão que causava tumulto na festa, um policial militar à paisana, não-identificado, sacou um revólver e disparou várias vezes para o alto. Após os disparos, o policial foi agredido por diversas pessoas. Cerca de 200 pessoas estavam no Centro Comunitário na hora da briga. Na confusão, um homem de 34 anos foi atingido por um dos disparos e morreu no local. O policial, de 41 anos, foi levado para a Santa Casa de Barretos, com suspeita de traumatismo craniano, onde permanece internado. De acordo com a Polícia Civil de Barretos, que investiga o caso, ainda não foi constatado se o tiro que causou a morte de um participante da festa foi disparado pelo policial à paisana ou por outra pessoa envolvida na briga.

Agencia Estado,

07 de abril de 2002 | 19h43

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.