Quinze são presos por roubo de cargas em 6 Estados

Estão sendo cumpridos 18 mandados de prisão e 32 de busca e apreensão pela Polícia Federal

Luciano Coelho, Agência Estado

15 Abril 2011 | 13h45

TERESINA - A Polícia Federal (PF) deflagrou a Operação Estiva em cinco Estados para dar cumprimento a 18 mandados de prisão e 32 de busca e apreensão no Piauí, Ceará, Maranhão, Pará, Pernambuco e São Paulo. Foram presos, até as 15h, 15 pessoas de uma quadrilha de 30 integrantes que atuava no roubo de cargas, interceptando caminhões com o uso de fardas da PF. O esquema já teria mobilizado cerca de R$ 6 milhões.

 

Segundo o delegado federal Janderlyer Gomes, foram empregados 90 agentes da PF para apurar o roubo de cargas, receptação de eletrodomésticos e eletroeletrônicos, falsificação de documentos, dentre outros crimes.

 

Janderlyer Gomes afirmou que os criminosos atuavam de forma truculenta e se disfarçavam de policiais federais. "Eles paravam os caminhões, prendiam os motoristas e levavam os veículos", explicou. A quadrilha interestadual operava nos cinco Estados, onde mantinha contato com receptadores das cargas roubadas.

 

Os presos foram conduzidos para o Departamento da PF, em Teresina, onde foi sediada a operação. Foram detidos empresários, contadores e outros que participavam da quadrilha.

 

A quadrilha tinha uma ramificação que também atuava em assaltos a banco. Pelo menos, seis integrantes chegaram a usar dinamite para roubar caixas eletrônicos.

 

Foram efetuadas oito prisões no Piauí, cinco no Ceará, duas no Pará, e uma em São Paulo. A PF recuperou duas carretas, uma no Pará e outra no Maranhão, carregadas com carga avaliada em mais de R$ 1 milhão.

 

Notícia atualizada às 15h30

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.