Racionamento aumenta reclamações ao Procon

O racionamento de energia elétrica está quase terminando, mas durante este período houve muitas reclamações dos consumidores contra as empresas distribuidoras de energia. Segundo a diretora de Atendimento do Procon-SP, Maria Lumena Sampaio, as reclamações aumentaram "de maneira significativa", assim como as consultas e os pedidos de orientação, do início do racionamento até hoje.Durante entrevista concedida hoje à Rádio Eldorado AM, a diretora do Procon explicou que o consumidor ficou perdido com o montante de informações, muitas vezes contraditórias, e por conta da falta de estrutura das distribuidoras para a orientá-los.Maria Lumena, no entanto, reconheceu aspectos positivos alavancados pelo racionamento. Segundo ela, o consumidor aprendeu a economizar energia. "O consumidor aprendeu bastante, mudou os hábitos e, acima de tudo, está muito mais exigente quanto ao comportamento das distribuidoras", disse.Ela destacou algumas mudanças importantes no comportamento dos consumidores: estão mais preocupados em manter os dados cadastrais atualizados e em guardar por mais tempo as notas e contas. Além disso, aprendeu a se informar melhor e, com isso, conseguir reduzir os gastos com energia elétrica.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.