Racionamento de água pode ser ampliado em Itu

O racionamento de água, que atinge 70% dos 150 mil moradores deItu, a 98 quilômetros de São Paulo, pode ser ampliado na próxima semana se não ocorrerem chuvas. Desde a última segunda-feira, mais de 40 bairros da cidade estão sendo abastecidos somente durante a noite. A distribuição de água é interrompida das 8 às 18 horas. Nas regiões mais altas, o líquido chega apenas algumas horas, mas sem pressão suficiente para encher as caixas domiciliares. Segundo o Serviço Autônomo de Água e Esgotos (SAAE) esses bairros estão sendo atendidos com caminhões-pipas. O calor e a falta de chuvas elevaram o consumo e fizeram baixar ainda mais o nível das represas que abastecem a cidade. A Represa do Itaim está com 10% da capacidade e exibe grande parte doleito seco. Na barragem do Fubaleiro, o nível de água é de apenas 15% da capacidade. Outros dois reservatórios usados para abastecimento também estão com menos água do que seria normal nesse período. O SAEE pode incluir no racionamento o bairro Cidade Nova e adjacências e o centro histórico da cidade, que até ontem estavam sendo abastecidos normalmente. O diretor do SAEE, Adolfo Fanchini, reuniu-se com o prefeito Lázaro Piunti (PSDB) para discutir soluções. A autarquia pode recorrer à justiça para obter água de açudes particulares.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.