Radialista brasileiro é assassinado a tiros

O radialista brasileiro Hilário Khel, de 67 anos, foi morto a tiros na manhã de ontem, na Rádio Marangatu FM, de sua propriedade, em Porto Marangatu, no Paraguai. O principal suspeito é um funcionário, o também brasileiro Ricardo Barcelos, com quem o radialista teria brigado. A polícia paraguaia está à procura dele. Khel seria sepultado hoje em Marechal Cândido Rondon (PR).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.