Rádio Pop/Divulgação
Rádio Pop/Divulgação

Rádio FM é incendiada e polícia investiga ato criminoso em São Carlos

Segundo a Polícia Civil, há indício de que o incêndio foi provocado

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

02 de junho de 2019 | 22h54

SOROCABA – A Rádio Pop FM, emissora com sede em São Carlos, interior de São Paulo, teve seus equipamentos de transmissão incendiados no final da noite deste sábado, 1º. O fogo destruiu todos os equipamentos avaliados em mais de R$ 100 mil. A Polícia Civil considera haver indícios de que o incêndio foi criminoso e abriu investigação. Até o fim da tarde, não havia suspeito do crime. A emissora foi obrigada a sair do ar e passou a transmitir sua programação pela internet.

Os equipamentos estavam instalados em um container, na zona rural de Ribeirão Bonito, cidade vizinha a São Carlos. Conforme o diretor da emissora, Régis Cavalcante, os transmissores tinham um sistema de defesa que os desligariam de forma automática em caso de curto circuito. Não havia ninguém no local na hora do incêndio. A perícia realizada pela Polícia Civil indicou ter havido arrombamento.

De acordo com o repórter Chico Francelin, um dos apresentadores do Jornal da Pop, levado ao ar toda manhã, há evidências de incêndio criminoso. “A Rádio Pop foi vítima de um ato canalha e covarde ao ter seu sistema irradiante incendiado. Ao visitar o local com a perícia técnica, o que chamou mais a atenção de todos foi o arrombamento da porta e a localização de uma lata onde foi colocado combustível – provavelmente óleo diesel -, para que o local se incendiasse rapidamente. Esse crime, seja de que natureza for, não ficará impune”, afirmou.

O jornalista Renato Chimirri, do portal São Carlos em Rede, lamentou o ataque a uma empresa de comunicação que se destacava na região, oferecendo aos ouvintes música e notícias. “É preciso que a polícia trabalhe em cima desse caso para que possamos saber quem foi o responsável e as suas motivações para esse tipo de atitude, que tirou do ar a emissora. Não podemos compactuar com um ataque frontal como esse à imprensa”, disse. A Polícia Civil informou que aguarda o laudo da perícia para dar um rumo às investigações.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.