Rainha Silvia visita interior de SP e inaugura obra

A rainha da Suécia, Silvia Renata de Toledo Sommerlath, inaugurou hoje uma piscina de hidroterapia no Centro de Habilitação Infantil Princesa Victoria, uma instituição criada há 10 anos em Rio Claro, no interior de São Paulo, para atender crianças com deficiência motora.A rainha Silvia chegou às 15h ao Centro de Habilitação Infantil, acompanhada de uma comitiva que era integrada, entre outras autoridades, pelo cônsul-geral Per-Gunnar Kalborg e pelo prefeito de Rio Claro, Cláudio Antonio de Mauro. A segurança no local foi reforçada por policiais civis e militares, além de guardas municipais.Vestida com um tailleur azul-claro e a todo momento demonstrando cordialidade, a rainha Silvia afirmou, durante a solenidade de inauguração da piscina hidroterapêutica, ter alcançado plenamente o objetivo de ajudar os 400 deficientes atendidos pelo Centro de Habilitação Infantil, que leva o nome de sua primeira filha Victoria.A rainha ficou emocionada com Lucas, a primeira criança a nadar na piscina hidroterapêutica do Centro de Habilitação Infantil Princesa Victoria. O garoto de seis anos não tem os movimentos das pernas desde os dois anos, quando sofreu traumatismo craniano decorrente de um acidente. "Quero voltar ao Centro de Habilitação para entrar na água com Lucas", disse.O projeto de apoio à instituição, iniciado por meio da Sociedade Beneficente Sueco-Brasileira para Crianças Excepcionais, presidida pelo cônsul-geral Per-Gunnar Kalborg, foi desenvolvido ao longo dos anos através de três ações: melhoria das instalações, capacitação de profissionais na Europa e orientação prestada diretamente aos familiares dos deficientes.Silvia nasceu na Alemanha. Filha de uma brasileira e de um empresário alemão, morou durante a infância em São Paulo. Em 1972, quando trabalhava nos jogos olímpicos de Munique, na Alemanha, ela conheceu o príncipe Carl Gustav, então futuro rei da Suécia, com quem se casou quatro anos depois e teve três filhos.

Agencia Estado,

27 de outubro de 2001 | 17h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.