Rapaz baleado em bar está fora de perigo

Renato Winnig, de 21 anos, baleado na madrugada de sábado em um bar na Cidade Universitária, zona oeste de São Paulo, já não corre risco de morte, mas ainda permanece internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Universitário (HU). Médicos do hospital informaram apenas que o estado de Winnig ?é bom?. O rapaz foi uma das oito vítimas atingidas por tiros disparados contra mais de 200 pessoas que se encontravam em um bar, na Avenida Waldemar Ferreira, ao lado da Cidade Universitária, na madrugada de sábado.Um número ainda não definido de quatro ou cinco homens, que ocupavam uma picape saveiro, passou pela avenida e dois ou três deles, que estavam na caçamba, dispararam tiros de metralhadora e de pistolas 765 e 9 mm contra os fregueses do bar. Winnig foi ferido nas costas; os outros foram medicados e liberados na manhã de ontem.Durante a fuga, os ocupantes da picape ainda dispararam contra um ônibus, na rua Araipes, uma travessa da rodovia Raposo Tavares, na altura do quilômetro 14. O passageiro do ônibus Severino Joaquim da Silva, 35 anos, foi ferido na perna, socorrido no Hospital Bandeirantes e também liberado ontem pela manhã.O atentado é investigado pelo 51º Distrito Policial do Rio Pequeno, que designou uma equipe especial de investigadores para cuidar do caso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.