Rapaz confessa cumplicidade no assassinato da madrasta

Um dos suspeitos de roubar e assassinar duas irmãs em Piracicaba, na madrugada de domingo, se apresentou à polícia da cidade. Laércio Antônio dos Santos, de 22 anos, é enteado de uma das mulheres mortas, Vanir dos Santos, de 28 anos. Ele confessou ter participado do crime. Vanir foi encontrada pelos bombeiros com o corpo parcialmente queimado e uma faca cravada no pescoço. A outra vítima, Ana Paula Leite, de 15 anos, teve o corpo totalmente carbonizado. Laércio, que se apresentou ontem à Polícia Civil, disse que estava em companhia do irmão, Rudinei Aparecido dos Santos, de 30 anos, ainda não localizado. Os dois foram vistos entrando na residência das vítimas por uma testemunha. Eles são filhos do marido de Vanir, Aparecido Antônio dos Santos, de 58 anos, que não estava em casa quando ocorreu o crime. Laércio afirmou que foi o irmão quem planejou o assalto, esfaqueou Vanir e colocou fogo na casa. Ele disse que ambos estavam drogados. Depois de iniciar o incêndio, a dupla fugiu levando um carro, um aparelho de som, um celular e R$ 400,00. A polícia encontrou o veículo ainda no domingo. O rapaz foi encaminhado para a Cadeia de São Pedro, depois de ter prisão preventiva decretada. Laércio disse que o assalto foi planejado para que os irmãos pudessem conseguir dinheiro para comprar drogas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.