Rapaz convida menor para bacanal e acaba envenenado

Um sorvete envenenado com o raticida conhecido comom ?chumbinho? quase mata o comerciário Evanildo Santos Nascimento, de 24 anos e uma amiga. O sorvete foi dado à vítima por uma menor de 17 anos. Detida ela afirmou na Delegacia do Menor Infrator que objetivava apenas dar ?um susto? em Evanildo devido à uma proposta indecorosa que ele lhe havia feito. O comerciário permanece internado na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Sagrada Família de Salvador, enquanto sua amiga já recebeu alta.Segunda adolescente, Evanildo a havia convidado a participar de umbacanal onde ocorreria troca de casais. A norma dos participantes do?evento? era levar garotas conhecidas para evitar o risco de contaminação por doenças sexualmente transmissíveis. A garota se disse indignada com a proposta e ontem comprou o raticida ?chumbinho? cuja venda está proibida na Bahia, numa feira livre dobairro de Mata Escura. Em seguida se dirigiu até a Estação Rodoviária onde Evanildo trabalha, comprou um sorvete, salpicou uma pequena quantidade do veneno e ofereceu ao amigo. Ele aceitou sem desconfiar de nada e ainda o dividiu com uma colega. Minutos depois os dois começaram a passar mal. A própria autora do crime ajudou a socorrer os dois até o hospital. Lá os médicos acabaram descobrindo que ela havia envenenado o sorvete.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.