Rapaz é condenado por matar garota em briga de trânsito

O ajudante de eletrônica Rodrigo Henrique Farampa Guilherme, de 23 anos, foi condenado nesta sexta-feira a 16 anos de prisão em regime fechado pela morte da menina Tainá Mendonça, depois de uma briga de trânsito em 2002, em São Paulo. Como o crime é hediondo, o rapaz não pode recorrer em liberdade. A defesa e a acusação vão recorrer. Farampa foi condenado por homicídio duplamente qualificado contra Tainá e duas tentativas de assassinato ? contra Marcos Vassilíades Pereira, motorista do carro batido, e Alexandre Certo, amigo do tio de Tainá, Fabio Valente de Mendonça Júnior.Rosana Alves, mãe de Tainá, declarou aliviada com a sentença. ?Valeu a luta. Meu filho Lucas vai crescer sabendo que o crime não compensa?, afirmou. A mãe do réu, Maria Conceição Farrampa, chorou muito e apenas declarou que o filho foi ?condenado pela mídia?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.