Rapaz é morto durante blitz da PM na Grande São Paulo

Um tiro que teria sido disparado acidentalmente pela arma de um policial militar matou Daniel Felipe Dornellas, de 19 anos, no município de Poá, na Grande São Paulo, por volta das 23 horas do domingo, 22. A Polícia Militar (PM) instaurou um inquérito, nesta segunda-feira, 23, para investigar o caso. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP) do Estado de São Paulo, Dornellas estava com César Perez dos Santos, de 30 anos, e com o dono de uma borracharia, Genivaldo Dias dos Santos, de 26 anos, quando três policiais entraram no local para fazer uma blitz. Durante a abordagem, uma moto teria passado perto do local e o escapamento teria feito barulho de tiro, segundo a PM,. O policial teria se assustado e disparado. Já os colegas de Dornellas afirmam que nenhuma moto teria passado pelo local.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.