AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Rapaz invade escola e esfaqueia professora

Alunos e funcionários da Escola Municipal Sebastião Lacerda, em Irajá, zona norte do Rio, passaram momentos de terror nesta terça-feira de manhã, depois que um rapaz armado com uma faca invadiu a escola e esfaqueou a professora Conceição Galvão, de 50 anos, na frente de cerca de 20 alunos, com idade em torno de 4 anos. Apesar da agressão, a professora passa bem. Robson Simplício dos Santos, de 19 anos, chegou à escola pouco depois de os estudantes entrarem nas salas de aula.Ele empurrou a servente Daisy Vianna, de 33 anos, que fechava a porta do colégio, e subiu até a sala onde Conceição daria aula para alunos da classe de Educação Infantil."Um aluno chegou atrasado e ele aproveitou para passar pelo portão nessa hora", contou a servente. A professora foi atingida por três facadas no braço e nas mãos e, depois de ser atendida num posto de saúde, foi para casa.Em estado de choque, uma aluna também precisou de atendimento médico. Funcionários disseram que também foram ameaçados pelo bandido. Testemunhas contaram que Santos gritava que estava à procura de sua mãe e que queria matar alguém."Isso nunca aconteceu aqui. Ele invadiu a escola gritando e foi direto à sala da professora, que foi mantida como refém por alguns minutos", disse a diretora da Sebastião Lacerda, Keyla Abrantes Rebelo, de 46 anos, ressalvando que o bandido não conhecia Conceição ou qualquer outro funcionário do colégio. Vizinhos da escola conseguiram render Santos antes da chegada da polícia. Ele foi autuado em flagrante por cárcere privado e tentativa de homicídio, crimes cujas penas chegam a 15 anos de prisão, e levado para a 39ª Delegacia Policial (Pavuna). O delegado Anderson D´Azevedo contou que o bandido estava "visivelmente drogado". Ele não seria morador da região e sim do bairro de Realengo, também na zona norte. Segundo a coordenadora, a área onde a escola está localizada - dentro de um condomínio de Irajá - é tão tranqüila que ela não solicitou a inclusão do colégio na ronda escolar feita pela Guarda Municipal.O comando da corporação informou, no entanto, que, depois do incidente, a Sebastião Lacerda fará parte do roteiro dos guardas. As aulas foram suspensas na escola.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.